Após quase sete anos perdido, cão reencontra sua família

Após sete anos perdido, o terrier Corky foi encontrado por sua família graças a um microchip


Em agosto de 2009, família Montez ficou devastada quando Corky, o cãozinho da raça terrier que eles haviam adotado, conseguiu escapar do quintal da casa da sua família, que fica em Boyd, no estado americano do Texas.

Após procurar pelo cãozinho por seis meses, eles se deram por vencidos e aceitaram que talvez Corky tivesse morrido ou estava em algum outro lugar muito longe de lá.

Felizmente, no dia 23 de julho, ele se reuniu novamente com seus tutores. Corky foi encontrado com outros dois cães em Forth Worth, uma cidade que fica a cerca de 50 quilômetros da antiga cidade onde a família dele morava.

Eles então foram levados para a Humane Society of North Texas, onde graças ao microchip implantado nele em 2009, os funcionários do local foram capazes de conseguir o número de telefone de seus tutores.

“Que motivo maravilhoso para se acordar em um sábado de manhã,” contou Kim Montez, tutora de Corky. “Nós nunca soubemos o que aconteceu com ele. Nós ainda temos várias fotos dele em casa, mas nunca imaginamos receber essa ligação.”

A família que se mudou para Forth Worth em 2011, adotou dois cães mas disse nunca ter esquecido do seu cãozinho que fugiu.

Corky estava desidratado e desnutrido e estava no abrigo com seu novo companheiro, um outro terrier que foi batizado de Captain. Infelizmente, o terceiro cão que estava com eles havia sido atingido por um carro e acabou morrendo.

A família Montez acabou adotando Captain e “re-adotando” o seu cãozinho perdido, já que os dois já eram amigos, eles acharam melhor não os separar.

familia-montez-reencontrando-cao-perdido

Foto: Reprodução/ Facebook/ Humane Society of North Texas

Com informações de Star Telegram


Reportar erro