Após ser abandonado, cachorro é ‘contratado’ por posto de gasolina

Com direito a boné e crachá de funcionário, Negão trabalha em um posto de gasolina há 2 anos


Quando se pensa em cães exercendo um determinado trabalho, logo imaginamos cães de assistência, que passaram por treinamento para auxiliar pessoas com alguma deficiência; cães terapeutas, que sempre estão em hospitais ajudando os pacientes a se manterem alegres, e os que trabalham como policiais, auxiliando os oficiais humanos a detectar coisas através de seu poderoso olfato.

Mas você já viu um cão frentista de posto de gasolina?

A história de como Negão, um cachorro de aproximadamente nove anos de idade, se empregou no setor comercial de um posto de gasolina de Bras Cubas, distrito da cidade de Mogi das Cruzes (S), começou há dois anos, quando o local ainda era um terreno à venda. Desde filhote o cão vvia neste mesmo terreno.

A empresária Sabrina Plannerer, que já havia adotado outros dois cães em um outro posto de combustível em São Miguel Paulista, decidiu “empregar” o Negão como um funcionário do local.

“Inicialmente, nós ficamos com um pouco de receio, porque o local era todo fechado e o Negão é um cachorro bem grande. A gente não sabia como ele iria interagir com os clientes”, contou Sabrina a O diário de Mogi.

O cãozinho então foi levado ao veterinário, onde foi vacinado e vermifugado. Além disso, ele ganhou uma identificação, assim como os funcionários humanos do posto. Além do crachá, Negão ainda tem um colete que ele usa para se proteger em estações frias.

Apesar de ser funcionário do local, o cãozinho é tratado como um rei, já que come ração especial para cães do seu tamanho, além dos vários petiscos e duas vezes por mês ele vai para o pet shop tomar banho.

Mesmo com tantos mimos, Negão é um funcionário exemplar e se mostra extremamente pontual. Segundo Regina Ribeiro, uma das frentistas do estabelecimento, todos os dias ele sai de sua casinha às 21:20 da noite para poder cumprimentar os funcionários que trabalham no turno da noite. Além disso, Negão acorda todos os dias às 6:00 e procura o funcionário Nilson Bispo, para que lhe faça companhia durante seu passeio matinal. Mesmo vivendo livre dentro do posto, ele nunca sai desacompanhado.

Com informações de O Diario de Mogi


Informar erro