Mudanças no comportamento dos cães idosos

Descubra quais são as mudanças no comportamento dos cães idosos mais comuns e aprenda a lidar com elas


Estamos muito acostumados a acompanhar casos de cães filhotes que tem problemas ou mudanças comportamentais, mas você sabia que isso afeta também os cães adultos? Isso pode acontecer lá pelos 7 anos de idade, quando ele passa a ser considerado idoso.

Cão agressivo e irritado

Seu cão sempre foi calminho, mas de repente acabou se tornando agressivo ou anda muito estressado? Isso é muito comum em cães idosos e pode estar relacionado a algum problema de saúde ou dores. Por exemplo, é comum que cães, com a chegada da idade, percam a audição ou a visão, parcial ou totalmente. Dá para imaginar como se sentem perdidos e assustados? Com isso, acabam se tornando agressivos por sentir medo demais, sentindo que qualquer situação pode lhe oferecer riscos.

Insônia,  aumento nas horas de sono ou inversão de horários

Mudanças no comportamento dos cães idosos

Foto: Reprodução

Outra coisa muito comum entre essas mudanças é o sono. Alguns cães acabam dormindo mais, outros menos, e alguns ainda têm problemas como trocar a noite pelo dia. Por isso, não se assuste se acabar vendo seu cão vagar a madrugada inteira pela casa, mas fique atento: isso também pode ser causado por algum problema de saúde, e por isso, vale muito a ida ao veterinário para saber se está tudo ok.

Medo de ficar sozinho

Pode ser ainda que o cão apresente sintomas de ansiedade quando vai ficar sozinho. Isso pode acontecer devido à dificuldade de se mover, urinar, defecar, ouvir ou enxergar, pois essas coisas fazem com que se sintam indefesos, principalmente se estiverem longe de seus donos. Essa ansiedade pode ser diminuída por algumas atitudes como passeios em hotéis de cães idosos que podem ajudá-lo a relaxar sem a sua presença, aumentar de forma gradativa os momentos em que ele fica sozinho, ou ainda mudar a rotina da casa, por exemplo: se o cão associa sua partida ao barulho do alarme, por exemplo, procure desligar o alarme antes e ficar um pouco com ele, saindo em seguida.

Comandos

Muitas vezes cães idosos acabam sofrendo com a perda da memória dos comandos que lhe foram ensinados quando mais jovens. Isso pode acontecer inclusive com os locais de urinar e defecar.

Mas, como posso cuidar de meu cãozinho idoso e melhorar sua qualidade de vida?

Como nossos amigos têm que envelhecer muito mais cedo do que nós, é importante que o dono, pessoa em quem ele confia e acredita, tenha algumas atitudes para ajudá-lo a lidar com suas novas condições físicas e de saúde. Visite regularmente o veterinário, pois os pets mais velhinhos podem apresentar infecções e problemas de saúde com mais frequência. Reduza as atividades físicas e faça brincadeiras mais leves e ofereça mais conforto ao cão para que ele possa descansar mais tranquilo. Assim como os cães bebês, os idosos precisam de muita atenção, carinho e cuidados especiais. A terceira idade canina é uma fase que exige muita dedicação, descanso e mimos para o amigo querido de uma vida inteira que dedicou a você.


Reportar erro