Brincadeiras para você fazer com seu cachorro

Pega-pega, frisbee, passeios, esconde-esconde, entre outras atividades super divertidas para você e seu cachorro


Cachorros são animais muito ativos, adoram interagir com seus donos e com pessoas à sua volta. Eles precisam realizar diariamente atividades físicas e brincadeiras para manter a saúde do corpo e da mente, por isso, todo dono precisa saber que o entretenimento do seu cachorro é muito importante, e a falta dele pode ocasionar sérios problemas na saúde do pet.

A brincadeira diária garante qualidade de vida ao animal, que também merece ter uma vida digna e feliz, e com toda a certeza parte da felicidade do animal é estar ao lado de seu dono (brincando preferencialmente). Neste artigo vamos conferir algumas dicas e sugestões de brincadeiras para o seu pet, confira!

Pegando a bolinha ou brinquedo

É uma das brincadeiras mais clássicas entre o dono e pet. A dica mais legal para variar no jogo é em alguns momentos fingir que vai jogar a bolinha ou brinquedo e esperar o cachorro correr atrás de absolutamente nada (deixando ele animado e intrigado), depois mostre o brinquedo e deixe o cão mordê-lo um pouco. Jogue o objeto pra cima, o cão vai adorar pular para busca-lo.

Brinquedos coloridos, com iluminação ou barulhos são uma ótima dica para deixar a brincadeira ainda mais animada, mas atenção: utilize apenas brinquedos próprios para cães.

Verifique se o tamanho do brinquedo é maior do que a boca do animal (evitando engasgamento e asfixia).

Brincadeiras para cachorros

Foto: Reprodução

Brincar de esconde-esconde

Essa atividade requer a ajuda de duas pessoas. A dica é depois de correr um pouco no quintal ou até mesmo dentro de casa ou apartamento com o seu pet, quando ele estiver bem animado, peça para que uma pessoa segure o cão e tampe os olhos do animal.

O dono deve correr um pouco pelo local e se esconder. Conte alguns segundos e solte o cachorro. De fato é uma das brincadeiras mais divertidas, além disso, o animal estará trabalhando rigorosa e intensamente os sentidos, como, o olfato, a visão e a audição.

O dono irá se surpreender na agilidade do animal. Caso o seu pet esteja meio perdido, algumas dicas como alguns gritos chamando-o, barulhos ou até mesmo bater palmas podem ajudar a encontrar o dono.

Brincar de pega-pega

Inicie a brincadeira fazendo outro tom de voz (algo engraçado) dizendo, “eu vou pegar o (cite o nome do cão)”, corra atrás dele.

A correria será sem fim, o cachorro vai babar, latir e se divertir como nunca. Será um excelente tempo gasto entre dono e cachorro, onde ambos poderão esquecer os problemas e passar um tempo cheio de energia juntos, agregando ainda mais à conectividade entre ambos.

Jogos com frisbee

Típico para jogar na praia ou gramado. Nesta brincadeira o cachorro deve correr atrás do disco lançado pelo seu dono. O animal deve conseguir abocanhar o objeto, por isso é importante que o dono jogue em uma velocidade adequada e de preferência não muito alto. A atividade ajuda o animal a desenvolver principalmente a atenção.

Adestramento

O adestramento oferece um ótimo exercício mental, no entanto, vale lembrar que o cão também necessita de outras brincadeiras.

Uma boa sessão de adestramento pode cansar o cão mais do que uma caminhada, que toma duas vezes mais tempo. A prática deve ser realizada em sessões curtas, que ajudam a aliviar o stress e o tédio do animal.

Ensinar novos movimentos ao cão é excelente para sua confiança.

Passeios diários

Realize passeios com o seu cachorro, passear é uma atividade sempre bem-vinda. Se possível realize passeios matinais e no final da tarde ou começo da noite.

Quanto maior o tempo dedicado ao seu cachorro, melhor será a qualidade de vida. Outro detalhe importante é que o passeio deve ser uma prioridade ao animal, deixe o cão cheirar as plantinhas, fazer xixi no poste e lembre-se sempre de levar uma sacolinha plástica para reconhecer as necessidades fisiológicas do animal.

Brinque sem estimular a agressividade do cão!

Este ponto é muito importante, o dono do animal deve incentivar a brincadeira amigável, sem violência e agressividade. Brincadeiras em forma de luta ou de “roubar comida” podem não acabar bem, dependendo da personalidade do cachorro.


Reportar erro