Sonhos e pesadelos dos cachorros

Assim como nos seres humanos, as experiências vividas por um cão podem causar impacto nos seus sonhos


Muitos donos já viram o seu cão ganindo, rangendo e se mexendo muito durante o sono. Assim como acontece com os seres humanos, alguns cachorros têm o sono mais agitado que outros. Esses sons acompanhados por espasmos nas patas e o balançar da cauda são, muitas vezes, relacionados aos sonhos. Mas, os cachorros também sonham? O cérebro canino e o humano são muito semelhantes e, sim, os cães também sonham e têm pesadelos.

Sonhos e pesadelos dos cachorros

Foto: Reprodução

Estágios do sono nos cães

O sono dos cachorros tem três estágios, a saber:

  1. NREM (Movimento Não-rápido dos Olhos);
  2. REM (Movimento Rápido dos Olhos);
  3. SWS (Sono de Onda Lenta) – Estágio em que o seu animalzinho de estimação respira profundamente.

Os cachorros sonham no 2º estágio, o REM, e é nesse ciclo que ocorre toda aquela agitação, principalmente nas patas, além da produção de latidos.

Os sonhos e os pesadelos

Alguns especialistas afirmam que todos os mamíferos sonham para processar e aprender, sendo o sonho uma forma de o cérebro processar as experiências de vida. Assim como nos seres humanos, as experiências vividas por um cão podem ou não causar impacto nos seus sonhos.

Pessoas que foram maltratadas tendem a ter sonhos ruins e pesadelos e, segundo estudos realizados, o mesmo ocorre com os cachorros: animais que foram severamente maltratados e negligenciados têm maior tendência a experimentar a falta de sonhos e a sofrer com os pesadelos.

Os cães possuem muita habilidade de comunicação e o que nós podemos fazer é observar o comportamento do animal enquanto ele está dormindo e passando pelos estados do sonho.

Sono agitado nos cães

Se o seu pet estiver se mexendo muito durante o sono, o ideal é que você não faça nada para não assustá-lo. Caso ele esteja muito agitado, você pode chamá-lo pelo nome, calmamente, sem gritar e sem tocá-lo.

Se o cão acordar assustado, converse com ele com um tom de voz leve e evite fazer carinho quando ele estiver com medo, para que o comportamento não seja reforçado.

A posição de dormir do cachorro também é um ponto a se observar: alguns dormem mais enrolados; outros, mais esticados. Os cães que dormem mais enrolados deixam os músculos mais tensos e tendem a se mexer menos do que aqueles que dormem esticados e relaxados.


Reportar erro