Sabia que é possível reaproveitar o cocô do seu cachorro?

Reaproveitar o cocô do seu melhor amigo de quatro patas é uma forma de evitar prejuízos para o meio ambiente e preservar fontes d’água


Quando o seu cachorro faz as necessidades dele, como você limpa? Normalmente, os tutores acabam recolhendo o cocô do pet e jogando dentro de uma sacola de plástico que, posteriormente, vai parar nos lixões ou aterros sanitários, levando décadas para se decompor. Diante deste cenário, não parece ecologicamente correto optar por essa forma de limpeza.

A boa notícia é que você pode limpar a sujeira feita pelo peludo, proteger a natureza e reaproveitar o cocô que iria para o meio ambiente. E o melhor: é possível conseguir tudo isso com uma técnica simples, barata e sem sair do quintal de casa, chamada de compostagem. Todavia, a ideia não é utilizar o cocô do cãozinho em hortas, mas sim desaparecer com as fezes sem incomodar ninguém ou agredir a natureza.

Como fazer a compostagem no jardim de casa?

Para fazer uma composteira caseira são necessários alguns materiais, como:

  • Tinta em spray;
  • Cesto de lixo grande e com tampo;
  • Pá;
  • Furadeira elétrica;
  • Um saco de cascalho;
  • Enzimas para limpeza de tanques sépticos;
  • Cal ou bicarbonato de sódio.

Tendo esses equipamentos e produtos, o primeiro passo é escolher um local no quintal ou jardim da casa que possa ser escavado sem causar danos nas estruturas hidráulicas. Assim, vire o cesto de lixo de cabeça para baixo e faça um círculo no chão com tinta em spray do tamanho da boca do balde. Aproveite para pegar a furadeira e fazer vários furos no fundo do recipiente.

Em seguida, escave na região demarcada a uma profundidade suficiente para caber o balde de lixo na vertical, respeitando um espaço para tampar e destampar o recipiente. Depois que cavar e posicionar o cesto, coloque os cascalhos e a medida que for recolhendo as fezes e jogando na composteira, pode ser polvilhada as enzimas. Caso fique com um cheiro desagradável, você pode usar o cal em volta da tampa ou o bicarbonato de sódio, periodicamente.

Sabia que é possível reaproveitar o cocô do seu cachorro?

Imagens: Reprodução/ eCycle

sabia-que-e-possivel-reaproveitar-o-coco-do-seu-cachorro_

Compostagem é a melhor opção

As fezes dos cães possuem bactérias e parasitas, assim, não devem ser colocadas em horta para servir como adubos. Caso contrário, podem contaminar os vegetais plantados, ficando assim impróprios para o consumo. Além disso, elas são ácidas e podem comprometer a fertilidade dos solos, contribuindo para a degradação dessas áreas.

Reaproveitar o cocô do seu melhor amigo de quatro patas é uma forma de evitar prejuízos para o meio ambiente e preservar fontes d’água que ficam próximas aos locais onde as fezes são descartadas de forma inapropriada.


Reportar erro