Por que os cães têm nariz ‘gelado’ e úmido?

De acordo com os especialistas, o focinho do cão neste estado é sinal de saúde


Todo mundo que tem cachorro já percebeu que o focinho deste animal é gelado, não é mesmo? Na verdade, o focinho dos cães não é gelado, e sim bastante úmido. Mas por que isto? Enquanto respira, o cão está fazendo a regulação da temperatura corporal, mandando calor para fora do corpo junto com o ar e, por este motivo, o animal tem o focinho molhado e aparentemente gelado.

Por que o focinho dos cães é úmido?

De acordo com os especialistas, o focinho úmido do cão é sinal de saúde. Os cachorros possuem uma pequena quantidade de glândulas sudoríparas, que são aquelas que liberam o suor para ajudar o corpo a eliminar calor. Assim, os cães precisam transpirar pela boca e pelo focinho para controlar a temperatura interna do corpo.

Por que os cães têm nariz gelado e úmido?

Foto: Pixabay

Você já reparou que os cães andam com a boca aberta, respirando como se estivessem cansados? Às vezes podemos pensar que o cachorro está bastante cansado, mas isto não é necessariamente verdade. Quando os cães andam com a boca aberta, eles estão em um processo para eliminar o calor do corpo: o ar quente sai e o frio entra. Isto também ocorre com o focinho e, quando o ar quente é expulso do corpo por ali, entra em contato com o ar mais frio do ambiente, sofre o processo de condensação e adquire a forma líquida, molhando o focinho do cão.

Já reparou que, quando um cãozinho está com muito frio ele sempre esconde o focinho? Isto ocorre porque este ato ajuda a manter mais calor dentro do seu corpo.

E se o focinho estiver quente?

Se o focinho “gelado” e úmido é sinal de saúde, o contrário indica problemas e o dono deve estar bastante atento a isso. Se o nariz do cachorro estiver quente e seco, isto certamente é sinal de febre, um alerta do organismo para alguma doença. A febre pode indicar uma gripe ou infecção causada por bactérias, por exemplo. Se notar que o focinho do seu cão está seco e com a temperatura elevada, leve-o ao veterinário o mais breve possível!

Não é muito fácil saber se um cachorro está ou não com febre, uma vez que o dono deve conhecer a temperatura natural do focinho do animal, além da umidade, no entanto, se qualquer alteração for percebida, o pet deve ser levado a uma clínica veterinária imediatamente. Assim, seja qual for o problema, as chances de cura aumentam com o rápido diagnóstico realizado pelo profissional.

Lembre-se que o focinho é uma parte essencial do corpo do cãozinho, uma vez que o olfato é o sentido mais importante para ele. Com o seu faro apurado, os cachorros conseguem perceber os cheiros, identificar pessoas etc. Isto é possível graças aos receptores proteicos, células sensíveis aos odores e que estão localizadas na mucosa nasal do animal. Ao receberem os cheiros, os receptores proteicos são responsáveis por identificá-los. Estas células também estão presentes em outros animais, incluindo nós, seres humanos, porém, existem em maior quantidade no focinho do cão.


Reportar erro