Por qual razão começou-se a cortar o rabo dos cães?

Esta prática é vista como uma forma de deixar algumas raças mais bonitas. Tudo é uma questão de estética para os tutores e de dor para os peludos


Antes de mais nada é preciso deixar ciente que: a caudectomia, isto é, a prática de cortar os rabos dos cães, é proibida no Brasil. Assim como o ato de cortar as orelhas dos pets, chamada deconchectomia. Todas estas atitudes são consideradas crimes ambientais para a legislação brasileira, pois além de expor os animais à uma situação dolorosa, essas partes desempenham funções importantes para o peludo. No caso do rabo, por exemplo, serve para manter o equilíbrio dos cachorros.

Origem do corte no rabo de cães

Existem diversos motivos que levaram os donos à adotarem a prática do corte de rabo dos cães. Dependendo da localidade, a justificativa para o ato era diferente. Por exemplo, na Roma Antiga, os proprietários alegavam que se cortassem o rabo do cãozinho com 40 dias de nascido, ele estaria livre de contrair raiva na fase adulta.

Depois surgiram outras explicações, como a proteção do animal contra ferimentos. Essa justificativa foi criada pelos caçadores que utilizavam os animais em suas saídas a campo. Outro argumento dado pelos proprietários dos cães é que acaudectomia seria uma boa para proteger os peludos de possíveis predadores e até mesmo de humanos, que viam nessa região o ponto fraco dos animais.

Imagem de rabo de cão

Foto: Depositphotos

Há algum tempo, entretanto, esta prática é vista como uma forma de deixar determinada raça mais bonita. Tudo uma questão de estética para os tutores e de dor para os peludos. Algumas das raças que mais sofrem com essa prática são: pitbull, pinscher, poodle, rottweiller e doberman. Muitas destas também passam pelo processo de deconchectomia.

Cortar o rabo do cachorro é crime

O processo de acaudectomia, como exposto no início deste artigo, é proibido. Para o dono que opta por esta opção, o crime pode resultar em detenção de três meses a um ano, além de atribuição de multa. Já para o profissional veterinário que se propõe a fazer tal cirurgia de remoção do rabo, a punição pode resultar na perda do registro.

Além de ser um processo doloroso e totalmente desnecessário para o cãozinho, é com o rabo que ele demonstra suas emoções. Cortá-lo só é legal em situações específicas. Por exemplo, se o animal estiver com câncer na região ou qualquer outra doença em que a melhor saída seja a remoção da cauda do pet.


Reportar erro