Conversar com o cachorro faz bem?

Você conversa com seu cachorro? Pode continuar, pois o hábito de conversar com o cão faz muito bem para você e para ele. Descubra os motivos


É bastante comum encontrarmos donos de cães que conversem com eles, mesmo que não seja sempre. Também não é raro encontrarmos tutores que dizem que seu cão é tão expressivo que “só falta falar”.

Mas não pense que se trata de um hábito de gente “maluca” ou algo que vá fazer mal, não. Muito pelo contrário. Conversar com os cães faz muito bem.

Carinhosos e dedicados em cuidar de seus tutores, os cães, em sua maioria, percebem quando estamos triste, chegando de mansinho e ficando ao nosso lado para nos fazer companhia e nos confortar. Mas se você ainda acha que não é certo conversar com os cães, confira alguns motivos que separamos para você conversar, sim, com seu pet.

Conversar com o cachorro faz bem?

Foto: Reprodução/ internet

Ele pode entender você

Os cães entendem algumas palavras e, inclusive, para aqueles que acham que eles só entendem comandos e seus próprios nomes, existe um cão da raça Burder Collie de nome Chaser que sabe mais de mil palavras. Rico, da raça Collie, é outro cão que sabia muitas palavras, assim como o Yorkshire Bailey e a vira-lata Sofia.

Alguns deles, inclusive, compreendiam as categorias de objetos e algumas características. Por exemplo, quando questionados por frases simples, como “bola azul”, com apenas duas palavras, o cachorro pode pegar exatamente a bola azul.

A ciência, no entanto, ainda não entendeu claramente se todos os cães têm essa inteligência, ou se alguns são cães prodígio. Sabemos que, quando treinados corretamente, os cães podem aprender muitas coisas, mas será que todos eles podem chegar a esse ponto? Não sabemos. Mas sabemos que eles podem nos entender com algumas palavras que, inclusive, algumas pessoas têm que falar soletrando para não deixar o cão aflito, como “Passear”, por exemplo, em alguns cães que adoram passear. Algumas palavras ou frases que são rotineiramente faladas, são compreendidas facilmente pelos pets.

Além disso, por meio do tom de voz que usamos pode transmitir a emoção que estamos sentindo, assim como nossos gestos que permitem que os cães saibam, por exemplo, quando estamos felizes ou tristes com uma atitude deles.

Falar com os cães faz bem para você e para ele

A comunicação com os cães, mesmo que aparentemente não trazendo resultados, pode ajudar as pessoas a enfrentar discussões difíceis. As pessoas evitam discussões, por exemplo, desabafando com os pets, fazendo com que possa se ouvir falando aquela informação e repensando antes de falar com o outro indivíduo envolvido.

Além disso, o cão é uma excelente companhia não-julgadora, pois ele apenas escuta e jamais vai te julgar quanto ao que aconteceu. Isso é genial, não acham?

Para o cachorro, esse bate-papo também é bastante saudável. Isso porque gera uma conexão mais intensa com o cão, gerando um vínculo emocional e facilitando, inclusive, na hora dos treinamentos e ensinamentos diários.

Falando “cachorrês”

Os cães fazem um esforço enorme para entender o que estamos falando e gesticulando, aprendendo bastante sobre nós. Por isso não nos custa nada, de vez em quando, usar a linguagem corporal que eles vão entender. Por exemplo, para chamar seu cachorro para brincar, mova-se de repente com uma cara animada de quem já está brincando com ele. Garanto que vai funcionar. A matilha se comunica direcionando o olhar para uma determinada coisa, fazendo com que a atenção do cão também vá para o local.

Procure entender as ações de seu cão: como ele se comporta em diversas situações. Assim você vai facilitar a comunicação e o convívio entre vocês e, de quebra, retribuir o esforço que ele faz para entender você.


Reportar erro