Amor entre cão e ser humano ocorre no contato visual, diz estudo

Os cachorros e seus donos compartilham de um laço muito forte de amor e isso se vê pelos olhos. Os cientistas comprovaram isso! Saiba como


Quem tem cachorro sabe que a relação cão + tutor é regada de amor. Esse sentimento, que atribuímos aos humanos, também pode ser encontrado entre nossos pets e ele surge desde o primeiro contato visual. Pelo menos, é o que confirmam os recentes estudos feitos nas universidades do Japão e publicados na revista Science.

Hormônio do amor

O primeiro experimento feito pelas universidades japonesas foi de colocar 30 cães e seus donos interagindo por 30 minutos. Os cientistas ficaram medindo os níveis de oxitocina, que é conhecida como o hormônio do amor (ele surge na relação sexual e na relação paternal), entre os donos e pets durante esse tempo.

imagem-crianca-olhando-no-olho-de-cao

O resultado foi: os cachorros que tinham maior contato visual com seus donos apresentaram maiores níveis do hormônio do amor. Inclusive, os níveis da oxitocina estavam, em ambos, relacionados à interação que havia entre eles, ou seja, quanto mais interagiam brincando, mais amor.

Curiosidade: Esse mesmo estudo foi feito com lobos que tiveram criação humana, embora nestes os níveis do hormônio do amor não tenha tido alterações.

Somente num olhar

O segundo experimento realizado pelos estudiosos tinha a intenção de saber se a oxitocina reagia apenas com a troca de olhares entre os cães e seus donos. Usando outro grupo de cães e donos, eles injetaram o hormônio nos cães e assistiram suas interações com os donos. Curiosamente, os níveis de oxitocina se mostraram muito mais alto nas fêmeas e não nos machos, algo que os cientistas não conseguiram concluir o porquê.

“Cães têm tirado vantagem da nossa sensibilidade usando-se de comportamentos tais como o olhar fixo nos nossos olhos para provocar sentimentos de recompensa social e zelo” disseram os cientistas cognitivos Evan MacLaren e Brian Hare na revista Science.


Reportar erro