Você deixa seu cachorro cheirar tudo em volta?

Confira os malefícios que esse hábito pode trazer e saiba como resolver o problema


Você gosta de deixar seu pet passear a vontade, sem coleira nem nada, ou na coleira, mas cheirando tudo à vontade? Isso pode ser fácil para você, mas pode trazer muitos problemas. Ele pode ter sua atenção dispersada de você por estar curioso diante de diversos cheiros diferentes, pois ele quer conhecer o ambiente.

Imagine a seguinte situação: você está passeando com seu pet e resolve soltar para que ele aproveite os arredores, e aí resolve que está bom de ficar passeando e cheirando tudo e dá o comando “vem” ou qualquer outro que tenha ensinado para que ele venha até você. Mas ele continua cheirando tudo. Você provavelmente vai acabar perdendo a paciência e será difícil trazer a atenção dele para você novamente.

Qual o problema de fazer o cachorro cheirar tudo em volta?

O maior problema é que você precisa treinar o seu cão para voltar até você, e se ele estiver disperso com outros cheiros, isso será ainda mais difícil. O estímulo por petiscos não vai funcionar, pois pra ele é melhor cheirar mil coisas diferentes do que os petiscos deliciosos. O problema é que ele vai ficar ansioso e esquecer do que deve realmente fazer: passear direitinho.

Você deixa seu cachorro cheirar tudo em volta?

Foto: Pixabay

Se você e seu cão são iniciantes nos passeios, o problema é ainda maior. A técnica é complicada de andar ao seu lado sem a guia e ao mesmo tempo que você está ensinando isso, está deixando-o livre para aproveitar todos os cheiros de uma vez só. Isso vai confundir muito o pet.

As dificuldades mais encontradas nessa situação são a excitação do cão que dificulta o foco em andar ao lado; a falta de prática do cão de caminhar ao lado do tutor; o petisco ou recompensa deixa de ser atrativo.

Como resolver?

Puxar a guia de seu pet somente trará uma associação negativa ao passeio e acabar causando uma aversão em seu pet. Uma puxadinha não vai ser o fim do mundo, mas realmente não vai resolver nada, certo?

A forma ideal de resolver esse problema é treinar, praticar e praticar. Pratique bastante o comando “vamos” com o reforço positivo, mesmo durante os passeios, mostrando petiscos que ele mais gosta. Comece, no entanto, praticando dentro de casa, com e sem a guia. Corra e mude o sentido para que o treinamento seja reforçado.

Com o reforço positivo e o treinamento insistente, você alcançará o sucesso nessa prática e seu cão andará normalmente ao seu lado. O treinamento exige dedicação e esforço, além de muita paciência, mas traz muitos resultados satisfatórios.


Reportar erro