Meu cachorro está mancando: o que devo fazer?

Se você perceber que o seu cão está mancando, saiba que este é um claro indicador de que algo está errado. Veja as causas e saiba o que fazer nesse caso


Se você perceber que o seu cãozinho está mancando, saiba que este é um claro indicador de que algo está errado, pois os animais saudáveis não mancam. O ato de mancar, também denominado como claudicação canina, pode ter várias razões e, na maioria das vezes, ocorre por estiramento ou torção após longas sessões de exercícios, um problema sério como uma fratura ou pequenos incômodos decorrentes de espinhos na pata.

Antes de procurar um veterinário, o tutor pode investigar alguns itens que podem parecer óbvios, mas que não devem ser descartados e podem auxiliar na descoberta da causa deste sintoma.

Por que o meu cachorro está mancando?

Cão com a pata levantada

Foto: Depositphotos

Ao contrário do que muitas pessoas ainda pensam, ver que o seu cachorro está mancando não é algo tão simples ou desimportante. Por isso é necessário saber conhecer os possíveis motivos pelos quais o seu pet está mancando e o que fazer para reverter tal quadro. Confira a seguir:

Machucados e feridas nas patas

Quando notar que o seu cãozinho está mancando, procure por cortes ou possíveis machucados nas patas do animal. Os cachorros podem ter pisado em algum objeto pontiagudo durante um passeio ou mesmo em casa.

Além disso, unhas compridas também podem machucar os coxins plantares ou, quando cortadas/quebradas muito curtas, podem causar dor e fazer com que o animal comece a mancar.

Infecções na pele das patas

Alguns tipos de infecções de pele podem atingir os dedos dos cães, causando dor e incômodo ao andar. As infecções podem ser causadas por parasitas como os carrapatos e os bichos-de-pé.

Luxações e fraturas

Esforço excessivo, quedas e atropelamentos podem levar ao rompimento de ligamentos, causando dor e consequente claudicação. Neste caso, o tutor deve levar o animal de estimação diretamente ao veterinário.

Problemas degenerativos

Em animais idosos, com idade acima de 7 anos, a claudicação pode ser devido a algumas doenças degenerativas, como as artrites e artroses.

Doenças comuns das raças

A displasia coxo-femural, ao afetar cães de grande porte, como golden retriever, labrador e rottweiler, pode ser tornar mais grave e provocar alterações no andar.

As hérnias de disco em cães de pequeno porte, como shih-tzu, lhasa apso e dachshund, podem ser causas do ato de mancar e a posterior dificuldade para andar.

Já em casos de luxação de patela, que atinge os cães das raças chihuahua, lulu da Pomerânia e yorkshire, o cachorro manda para permitir o alongamento do músculo para que a patela volte ao seu lugar de origem.

O que fazer ao ver o meu cão mancando?

Primeiramente, nunca tente dar anti-inflamatórios ou qualquer outro medicamento por conta própria! Os anti-inflamatórios prescritos para dores musculares em humanos podem ser bastante tóxicos aos cães quando dados sem conhecer a fisiologia e as doses necessárias para cada caso.

O ideal é procurar um veterinário para que o profissional possa, por meio do exame clínico e outros complementares, identifique ao certo o que está acontecendo com o seu animal de estimação. Com os exames, o veterinário conseguirá visualizar o que pode ser causa e assim será possível descobrir o melhor procedimento e tratamento para o caso.


Reportar erro