Florais de Bach para desequilíbrios emocionais nos animais

Quando utilizadas em cães, as essências permitem um maior controle no comportamento desses animais. Tratando depressões, tristezas e outros problemas


O desenvolvimento da ciência é uma resposta para as tantas observações feitas pelos cientistas, seus experimentos e estudos acerca das análises feitas. Como exemplo, pode-se citar o Dr. Edward Bach e seus florais, muito utilizados para tratar desequilíbrios emocionais e sociais nas pessoas e também nos animais. E foi examinando o comportamento de alguns bichos, que quando passavam mal, lambiam determinadas flores, a quais Bach começou seus estudos sobre as que tinham essências e como elas funcionavam ao serem lançadas no organismo.

Esse medicamento, apesar de industrializado, tem como base elementos vindos da natureza. São essências extraídas de flores, que tratam diversos problemas que desencadeiam doenças no corpo e na mente das pessoas. Há também uma linha com tipos de florais que são utilizados exclusivamente nos animais, e assim como são diferentes, também há outras formas de se usar.

Motivos para usar a essência no cachorro

Quando utilizadas em cães, as essências florais permitem um maior controle no comportamento desses animais. Além disso, por tratarem os pets mentalmente também ajudam a sanar problemas que afetam o organismo deles, por exemplo, cachorros com convulsões podem fazer uso do produto e controlar a ansiedade e o medo, que podem desencadear as crises epiléticas.

Além disso, o tutor pode usar florais de Bach nos seguintes casos: aceitação de um novo animal ou bebê; adaptação a um novo lar ou ambiente; para facilitar o adestramento; eliminar a agressividade; adaptação ao banho. Bem como, no tratamento da ansiedade, carência e síndrome de abandono, coprofagia, estresse, hiperatividade, indisciplina, latido excessivo e gravidez psicológica.

Florais de Bach para desequilíbrios emocionais nos animais

Foto: Reprodução/ internet

Também atua para facilitar a fase do cio, na marcação de território, em casos de lambedura e automutilação. Acaba com o medo, reequilibra a alimentação e melhora casos de tristeza e depressão.

Como são utilizados os florais?

Ao contrário de muitos remédios industrializados, os florais de Bach não tratam os sintomas das doenças, mas sim suas causas. De acordo com o Edward, o problema de saúde só erradicado quando o paciente também recobre seu equilíbrio emocional. “A doença é, em essência, o resultado de um conflito entre a alma e a mente, e nunca poderá ser erradicada sem que tenha um esforço espiritual e mental”, afirma o doutor.

Vale ressaltar que esse medicamento natural não substitui a atenção médica. Assim que você desconfiar sinais diferentes em seu animal, leve-o ao veterinário, pois só um especialista irá descobrir a causa dos sintomas incomuns e assim receitar os remédios necessários. Após a avaliação de um clínico, você pode até questioná-lo sobre o uso dos florais e saber qual é o mais apropriado para o caso do seu animal.

Nos cães a aplicação é feita de forma diferente que nos humanos. Você pode aplicar a essência na gengiva do pet, ou então por trás de suas orelhas. Passar o produto nas patas também pode ser uma alternativa. Repita a aplicação a cada duas horas e você sentirá os resultados com pouco tempo de uso. A Bio Florais, por exemplo, tem uma linha de 22 tipos de essências.


Reportar erro