Final de ano e férias: dicas para quem fará viagem e deixará o cão em casa

Vai viajar no final do ano? Precisa deixar seu cão em casa? Confira algumas dicas e saiba se essa é realmente a melhor opção


Muita gente que tem um cachorrinho em casa, no final de ano, fica pensando em como fazer para viajar quando os pets não podem ir junto. Na verdade, você pode viajar sem seu pet, e ainda tem a opção de deixar com alguém de confiança ou um hotel para cães, mas é preciso levar em consideração uma série de fatores antes de tomar essa decisão.

Deixar o cão em casa

Segundo o veterinário Gilton Marques, a melhor opção é deixar o cão em sua própria casa e pedir para alguém ir tratar dele. Isso porque ele vai ficar mais confortável em um ambiente só dele. Se você tem uma pessoa de confiança para ir cuidar dele em sua casa, essa é a melhor opção realmente, pois o pet irá se estressar menos, tendo menos mudanças, além do cheiro da própria casa e da própria família.

É importante também manter a rotina do pet, para isso, peça para quem vai cuidar do cão repetir as atividades, desde o passeio até a hora da ração, se possível. É claro que o animal pode apresentar mudanças comportamentais como falta de apetite, irritação e tudo mais. É essencial que as visitas sejam feitas diariamente nos mesmos horários, de forma que uma nova rotina seja criada.

Deixe uma caixa com os brinquedos preferidos do pet e procure deixar alguma roupa com seu cheiro onde ele dorme. Em uma agenda, anote telefones de emergência para quem vai cuidar do pet, como o seu e o do médico veterinário de seu cãozinho.

final-de-ano-e-ferias-dicas-para-quem-fara-viagem-e-deixara-o-cao-em-casa

Procure organizar as malas para a viagem com um ou dois dias de antecedência e evite deixar para colocar as bagagens no carro pouco antes de partir. Isso vai aumentar o estresse do seu cãozinho, pois ele vai notar que há algo diferente: ao invés de estar com ele ou deitado no sofá assistindo TV, você estará andando de um lado para o outro. Se arrumar um dia antes, poderá manter a rotina até a hora de sair de casa.

Na hora de sair, evite despedidas longas, fazendo carinhos. Procure agir de forma normal, como se estivesse simplesmente indo à escola, ao trabalho ou a qualquer outro lugar cujo regresso para casa não seja demorado.

Hospedagem

Mas e a hospedagem, será que vale a pena? Vale, mas antes de ir para a hospedagem, o animal deve estar com todas as vacinas em dia, além de preventivo contra pulgas e carrapatos. Procure deixar também uma peça de roupa sua que não for mais usar para que o pet fique com o seu cheiro.

É recomendado, também, quando for deixar o pet em hotel, que leve a ração que ele está habituado a comer, além do comedouro e do bebedouro. Lembre-se que qualquer coisa que você puder fazer para que o cão saia menos da rotina é válido, já que ficar longe dos donos já vai gerar um pequeno estresse.

Antes de decidir por levar o pet para um hotel, vá conhecer o ambiente para ver se é adequado, se oferece tudo que seu pet precisa para ficar bem. O cão deve ter um box só para ele, e o canil precisa ter uma área aberta para o pet brincar e tomar sol. A parte coberta deve ser, preferencialmente, azulejada com um tablado que isole o animal do chão, além de ter, no mínimo, 1,5m², com exceção da parte externa.


Reportar erro