Descubra qual a frequência de banhos para o seu cão

Este é um tema essencial para uma vida mais saudável, e o intervalo dado é diferente para cada tipo de pelo


O banho é claramente importante para manter a pele do cachorro protegida de fungos, pulgas e outros parasitas. Mas a frequência desse hábito deve ser ligada à saúde do animal, levando em consideração as necessidades especiais de cada espécie, e tipo de convívio das mesmas. Uma regra é clara e se aplica a todos os cães: banho em excesso faz mal. Isso pode causar problemas de pele, perda da hidratação natural e até desenvolver dermatites com eczemas e pruridos.

Por isso, para que seu bichinho viva saudável e feliz, você deve estar atento à essas precauções e o intervalo entre um banho e outro. Saiba que eles possuem necessidades diferentes das nossas, e assim, deve-se respeitá-las. Ao contrário do que se pensa, quanto mais banho se dá, mais sebo a pele produz, o que intensifica e muito aquele cheiro característico dos cachorros.

De quanto em quanto tempo devo dar banho?

O banho em excesso não é indicado, por isso o tempo pode variar de 15 em 15 dias no verão a uma vez por mês no inverno, mas ainda assim é algo relativo. Nesse aspecto, devemos nos ater a fisiologia do cãozinho. Se tem pelagem longa, que necessita escovação diária, o banho de 15 em 15 dias é aconselhado, mesmo no inverno. Mas claro, com todo o cuidado para evitar resfriados ou problemas na pele. Nesse caso, procure shampoos hidratantes, para que a repetição não retire a proteção natural.

Regra é clara e se aplica a todos os cães: banho em excesso faz mal

Foto: Pixabay

Se o cachorrinho possui pelos curtos, eles devem seguir a regra dos “a cada 15 dias no verão, a cada 30 dias no inverno”. Mesmo nesse tipo de animal, é importante que se faça uma escovação diária nos pelos, para retirada das células mortas. Esse ato ajuda a diminuir o cheiro forte. Lembre-se que a medição da temperatura da água é primordial em todos os casos, para evitar doenças.

Alguns cães possuem quadros alérgicos e problemas de pele. Esses, devem passar no veterinário, para que recebam uma sugestão correta de intervalo de tempo e de produtos. Muitas vezes o tratamento é feito a partir do próprio banho, por isso é necessária a ajuda do especialista. Se o cachorrinho se molhou na chuva, nesse caso, aproveite então para dar o banho, mas com água morna. Depois, seque-o completamente com uma toalha ou secador de cabelo.

Banho a seco

Se seu cachorrinho necessitar muito do banho no período entre as datas corretas, seja porque o cheiro está muito forte, seja porque ele simplesmente se sujou rolando na terra, você pode optar pelos banhos a seco. Existem produtos específicos que são vendidos nos pet shops. A aplicação é feita em um pano ou diretamente no animal – depende do tipo de produto adquirido. Depois, com outro pano limpo, deve-se tirar o excesso, e junto as impurezas superficiais do pelo. Esse método deixa o cãozinho com um odor mais agradável e ainda evita o banho antes da data.

E o cheiro?

Se você é dono de cachorro, deve saber que o cheiro característico vai continuar. Não adianta tentar colocar perfumes fortes ou dar banho com frequência, pois isso só poderá prejudicar seu bichinho. O que ocorre é uma diminuição desse odor, caso você cuide adequadamente da higiene do mesmo. Mas acredite, com carinho e cuidado, todo o trabalho será recompensado pela alegria do seu amigo canino.


Reportar erro