Como reagir a um envenenamento no cão?

Animais podem sofrer com intoxicação por produtos de limpeza ou com venenos de pragas, à exemplo de ratos e insetos; confira e tome os cuidados necessários


Usar veneno para acabar com pragas nem sempre é tão simples como parece, pois esse caso é o tipo mais comum de envenenamento em cães. Donos de cachorros sabem: esses peludos são bastante curiosos e acabam cheirando e colocando na boca qualquer objetivo que lhes cause curiosidade. Mesmo que o tutor não tenha a intenção de machucar ou matar o cão, é importante tomar cuidado ao usar essas substâncias tóxicas.

Em outras vezes, infelizmente, os peludos pagam pela falta de humanidade das pessoas, que de forma proposital acabam envenenando os cães. Seja por vingança, recorrente a brigas de vizinho, ou por causa do excesso de latidos que incomoda a vizinhança. Não importa a justificativa, maus tratos contra animais é crime! E se alguém for flagrado cometendo essa atrocidade, pode pagar multa e ir preso.

Animais também podem sofrer intoxicação com outros elementos químicos, como estricnina e até por algum cheiro forte de determinados produtos de limpeza. Para evitar tudo isso, alguns cuidados devem ser levado em consideração e colocados em prática, tanto antes de um possível envenenamento, quanto depois. Lembre-se sempre,  o tempo de agilidade nesse casos é o que vai determinar a vida ou morte do cão, por isso atenção aos sintomas.

Como reagir a um envenenamento no cão?

Foto: Pixabay

Sintomas do envenenamento

  • Dificuldade em respirar;
  • Parada respiratória;
  • Convulsões;
  • Excesso de salivação;
  • Enjoos resultando em vômitos;
  • Tremores musculares;
  • Dificuldade para se locomover;
  • Urina acompanhada de sangue;
  • Falta de apetite;
  • Diarreia;
  • Perda de alguns sentidos;
  • Dor e com isso pode vir agressividade.

É importante lembrar que se seu cão estiver envenenado, ele pode ou não apresentar todos esses sintomas. Mas, caso ele demonstre alguns deles, o tutor deve ficar atento e saber agir com rapidez.

Como reagir com um cão envenenado?

Primeiramente, deve-se manter a calma, você é o único que pode agir por seu cão e tentar salvar a vida dele. Nesses momentos, ele precisa ainda mais de você, por isso é necessário calma para saber agir da melhor forma. O segundo passo é levar ele imediatamente para o veterinário, o especialista mais competente para tratar o seu cão.

Na clínica, ele saberá como proceder da melhor forma e o que deve ser feito para salvar a vida do seu pet. Se você está em casa, mas está sem transporte para levar o cão, enquanto chama um táxi, tente ligar para um veterinário de sua confiança e explique a situação. Torna-se muito útil saber o que causou a intoxicação, tendo em vista que cada tipo de envenenamento pede uma solução diferente. Você pode oferecer ao cão debilitado doses de carvão ativado, essa especiaria é encontrada em farmácias e ajuda a eliminar o veneno e limpar o trato digestivo, sendo assim, é essencial tê-lo sempre em casa.

Formas de evitar um envenenamento no cão

  • Procure colocar venenos ou inseticidas em lugares onde o cão não tem acesso. Mesmo ele sendo curioso, não vai conseguir mexer na substância tóxica se esta estiver longe de seu alcance;
  • Treine o cão para não aceitar petiscos estranhos. Às vezes, os vizinhos, que não gostam do seu cão ou de você, podem jogar veneno no quintal, mas se seu pet for treinado ele não mexe;
  • Se o problema for os latidos, você também pode usar alguns truques de como moderar essa prática do cachorro, evitando assim problemas com a vizinhança;
  • Cuidado com os produtos de limpeza com cheiros fortes! Alguns incomodam até os humanos, imagine os cães que possuem o olfato mais apurado! Por essa razão, opte por elementos mais suaves e deixe seu animal seguro e ainda de quebra a casa fica limpa e cheirosa.


Reportar erro