Como agir se meu cachorro engolir um chiclete

Alguns chicletes possuem xilitol, um adoçante que pode intoxicar seriamente os cães. Saiba como agir se seu cão engoliu um chiclete


Existem muitos alimentos para seres humanos que chamam a atenção dos cães, incluindo o chiclete. Devido ao sabor doce, a goma de mascar é atraente para os cachorros e, na maior parte das vezes, ela acaba passando pelo trato gastrointestinal e é eliminado nas fezes.

Mas, se o seu cachorro engoliu um chiclete por acidente, você deve procurar pelo rótulo imediatamente! Algumas gomas de mascar possuem uma substância denominada xilitol, um adoçante bastante usado em chicletes de baixas calorias, e que pode intoxicar seriamente os cães.

O perigo do xilitol

O xilitol é um álcool de açúcar geralmente usado como um substituto do açúcar e que pode ser encontrado em frutos e cereais, como nos bagos e no milho, por exemplo. Alguns produtos que podem conter xilitol incluem os chicletes sem açúcar, as pastilhas de hortelã, xaropes adoçados, muitos produtos assados, vitaminas mastigáveis para crianças, enxaguantes bucais e cremes dentais.

Como agir se meu cachorro engolir um chiclete

Foto: Reprodução/ internet

Embora o consumo desta substância não seja nocivo para os seres humanos, ele é altamente tóxico para os cães, mesmo que em pequenas doses, podendo causar baixo nível de açúcar no sangue, insuficiência hepática e outros problemas de saúde. Apenas uma pastilha de chiclete com 0,5 mg de xilitol é suficiente para intoxicar um cachorro com 22kg.

De acordo com especialistas, os sintomas podem aparecer em menos de 30 minutos ou até 12 horas após a ingestão. O xilitol é absorvido rapidamente na corrente sanguínea do cachorro, causando uma subida liberação de insulina e a queda de açúcar no sangue. Ao ser intoxicado pelo adoçante, o cãozinho poderá apresentar sintomas como debilidade, cansaço, vômitos, dificuldade para caminhar, tremores, convulsões e dificuldade para permanecer em pé. O animalzinho também poderá ficar com a pele e as mucosas amareladas, sintoma denominado icterícia. A substância ainda pode causar hemorragias, convulsões e diarreia, seguidas por estado de coma e até a rápida morte.

As pastas dentais, principalmente aquelas que têm efeito clareador, também possuem xilitol em sua formulação, e não devem ser utilizadas nos cães. Lembre-se que o ideal é que os cães evitem todo tipo de produto e guloseimas humanas, inclusive os produtos de padaria.

O que fazer se o meu cão engolir um chiclete?

Ao notar algum dos sintomas citados, você deverá levar o seu animal de estimação ao veterinário imediatamente. Identificar a substância que o cão ingeriu também será de grande auxílio para o especialista. Neste tipo de situação, induzir o vômito definitivamente não é uma boa ideia, pois, em caso de uma hipoglicemia, o quadro ficará pior. Você também não deve administrar nenhum medicamento ao animal.

Quanto antes o tratamento for iniciado pelo veterinário, maiores serão as chances de recuperação do seu cãozinho. Embora não exista um tratamento específico para a intoxicação por xilitol, o problema costuma ser tratado com líquidos, medicamentos hepáticos protetores e suplementos de açúcar, a fim de restabelecer os níveis adequados no sangue.


Reportar erro