Como acalmar o cão em meio a fogos de artifício

Isto ocorre por que a audição canina é super sensível e apurada


O medo dos fogos de artifício é uma fobia muito comum nos cães, faz parte do seu instinto de buscar por proteção. Esse medo também acontece durante as tempestades mais fortes, onde há raios e trovões. Durante o réveillon e em algumas datas comemorativas, como o São João, é muito comum haver a solta de fogos e essas são as épocas mais temidas pelos cães. Isso acontece porque eles se assustam com o barulho alto e repentino, além do clarão que se forma no céu nessas horas. Até os cães mais destemidos e equilibrados podem se assustar nessas ocasiões.

Em momentos assim é preciso ter atenção e cuidado redobrados para evitar fugas, pois na hora do desespero o cachorro pode sair correndo em busca de um “lugar seguro” e acabar se perdendo. Até mesmo com o adestramento é complicado conseguir fazer com que os cães percam o medo dos fogos de artifício. Veja agora algumas dicas que podem ajudar a acalmar seu cachorro nessas horas e coisas que você não deve fazer.

Dicas de como acalmar o seu cachorro

Selecionamos algumas dicas que podem ser muito úteis para acalmar seu cachorro e fazer com que ele perca o medo.

  • Tente mostrar que os barulhos não são perigosos. Associe a coisas que ele gosta, faça festa, dê petiscos, brinque com ele, etc.
  • É bom acostumá-lo a barulhos parecidos. Você pode pesquisar áudios ou vídeos de tempestades, festas com fogos de artifício ou algo do tipo e colocar todos os dias para que seu cão ouça. Com o tempo ele vai se acostumar com o barulho e não terá mais medo.
  • Caso seu cachorro tenha uma fobia muito grande o ideal é levar a um veterinário para que o mesmo passe remédios ansiolíticos. Esse tipo de remédio ajuda o animal a ficar mais calmo. É bom dar o remédio antes do dia dos fogos para ver qual é o efeito que terá no organismo do seu cão. Tenha cuidado com o uso desse remédio, caso seja usado em doses erradas ou sem a autorização de um veterinário, ele pode ter efeito contrário.
  • Caso seu cachorro fique meio “grogue” com o remédio, é melhor prendê-lo para que não se machuque. Tente colocá-lo em um local que ele goste para que se sinta mais seguro e abafe o som ao máximo, fechando as janelas e portas.
Como acalmar o cão em meio a fogos de artifício

Foto: Reprodução

O que você não deve fazer

Veja agora algumas dicas de coisas que você não deve fazer quando seu cachorro estiver com medo do barulho dos fogos de artifício.

  • Nunca mude seu modo de agir com o seu cão quando perceber que ele está assustado. Geralmente as pessoas fazem mais carinho que o normal, falam manso, abraçam, etc. Fazendo isso você estará reforçando ainda mais o medo no cachorro.
  • Não force seu cão, se ele quiser se esconder embaixo da cama, deixe que ele faça isso. Caso você o brigue a fazer algo que ele não quer, o cão pode ficar com mais medo ou se tornar agressivo, pois estará saindo da sua zona de conforto.
  • Tente não reagir aos fogos de artifício e nem ficar de prontidão, esperando que seu cão se assuste. Os cães percebem através da linguagem corporal do dono se precisam ficar com medo ou não.


Reportar erro