Cão engoliu um objeto: o que fazer?

Dependendo do material ingerido, você pode tratar o pet em casa ou ter que levá-lo para o veterinário com urgência


Os cães estão propensos a ingerirem por acidente algo que não deveriam nem colocar na boca. Filhotes, por exemplo, são famosos por mastigarem e engolirem pedaços de panos, de papel e qualquer outro produto que eles julguem ser interessante. Adultos, por sua vez, ao brincarem com ossos de couro ou outros brinquedos que se soltam, podem acabar engolindo-os.

Quando um objeto engolido é pequeno, ele facilmente é posto para fora pelos próprios movimentos do intestino. O problema é quando o corpo estranho é grande ou pontiagudo, pois ao entrar no organismo do animal pode acabar cortando e perfurando órgãos. Dependendo do material ingerido, você pode tratar o pet em casa ou ter que levá-lo para o veterinário com urgência.

Medidas imediatas

Se o cachorro engoliu um objeto pequeno e não afiado, você pode ajudá-lo a eliminar o corpo estranho induzindo o vômito do animal. Esse processo só pode se feito se você tiver plena certeza de qual produto o cão ingeriu, para assim evitar que ele corra risco de vida. Para provocar o vômito do cãozinho, ofereça uma pequena refeição a ele e, em seguida, use água oxigenada para fazê-lo pôr tudo para fora. Essa técnica só funciona até duas horas depois da ingestão.

Dê ao pet de uma ou duas colheres de chá de água oxigenada (10 vol. para cada 5 kg de peso corporal do animal). Repita o processo até três vezes, em intervalos de cinco minutos a cada dose. Se ele não vomitar, busque auxílio veterinário o mais rápido possível.

Cão engoliu um objeto: o que fazer?

Foto: Reprodução/ internet

Atendimento veterinário com urgência se faz preciso quando o animal engoliu algum corpo afiado, como alfinetes, fragmentos de plásticos, parafusos ou qualquer outro produto pontiagudo. Além disso, materiais que incham quando entram em contato com o intestino do pet são potencializadores de risco e precisam de avaliação médica imediatamente.

Tratamento veterinário e cuidados posteriores

O médico pode realizar dois procedimentos em situações de risco. Quando o objeto ingerido é pequeno, porém é pontiagudo, o veterinário pode optar por uma endoscopia, e esse procedimento é mais eficiente quando o animal está com o estômago vazio. Mas se o animal engoliu um corpo grande, o profissional pode optar por uma cirurgia.

Quando o método cirúrgico é escolhido, alguns cuidados posteriores são necessários. O tutor precisa manter o curativo limpo e tem que evitar que o cão mexa na sutura. Para isso, pode ser usado um colar elisabetano, que deve ser retirado quando o pet for fazer suas refeições.

Como evitar esses acidentes?

  • Retire todo material de perto do cachorro, que possa ser engolido por ele;
  • Compre brinquedos mais resistentes para o cachorro e que não se desmanchem;
  • Ossos de couro são perigosos para o pet. Evite-os.


Reportar erro