Calos nos cotovelos dos cães

A causa mais comum é o hábito de cães de pelagem curta de dormirem em superfícies duras


Quem tem cães de raças grandes já deve ter percebido que alguns deles tem algo parecido com calos nos cotovelos. Essa falha de pelos que aparece nos cães depois de alguma idade é mais comum do que você imagina, principalmente em cães idosos ou da raça dos Labradores que, entre outras, apresenta uma predisposição para isso.

Isso acontece com maior frequência nos cotovelos, calcanhares, lateral das pernas, joelhos, partes do peito e da bacia.

Calos nos cotovelos dos cães

Foto: Reprodução

Os motivos

Mas como se formam esses calos? A causa mais comum para isso é o hábito de cães que apresentam pelagem mais curta dormirem em superfícies duras como o piso, concreto ou até mesmo a madeira. Por serem regiões com menos pelo e menos carne, as pontas dos ossos dos cotovelos encosta no chão e atritam. Isso, depois de algum tempo, formará esses calos – como acontece com as pessoas que andam muito descalças: a pele acaba engrossando para fornecer mais proteção.

Como evitar?

A melhor maneira de evitar esse problema é providenciar uma cama acolchoada ou um tapete que tenha espuma de borracha para que o cão durma em uma superfície macia. Isso deve ser feito tanto para cães grandes quanto para cães com excesso de peso – isso também ocasionará os calos.

O tratamento

Em primeiro lugar é essencial que você leve o seu cão ao veterinário para verificar se realmente tratam-se de calos. Se for realmente isso, o que você deve fazer é o mesmo método para evitar: arranjar um local macio para o cão descansar. Não existe um tratamento ou uma forma de regredir o problema, mas sim de prevenir e evitar que se agrave.

Pode ser que, inclusive, deixando o hábito para trás, o calo desapareça sozinho. Você pode passar antisséptico nos locais afetados, mas sempre diluído em água. Isso ajudará a hidratar e a eliminar as infecções. Sempre consulte um profissional.

Complicações

Os calos dificultam a movimentação dos cães e, além disso, podem causar piodermite – inflamação dos calos –, fibrose, higroma – excesso de líquido nas articulações –, flegmão – inflamação dos calos formando um inchaço grande –, bicheiras e bernes – devido ao pus, o machucado poderá atrair moscas que depositarão os ovos.

Caso apareçam os calos ou você perceba qualquer alteração na aparência deles, consulte urgentemente um médico veterinário para tratar as complicações da forma correta. Caso não sejam tratadas, essas poderão causar muita dor e até mesmo levar o cão ao óbito – como no caso de bicheiras muito avançadas.


Reportar erro