Vai mudar de casa? Saiba como adaptar seu pet ao novo lar

É natural que os animais de estimação levem um tempo para se acostumarem a um novo ambiente. Saiba como adaptar o seu cão ao novo lar


É natural que os animais de estimação levem um tempo para se acostumarem a um novo lar. Na nova casa, o seu pet pode agir de maneira diferente, pois ainda não reconhece o local como o seu novo território, podendo ficar ansioso e, consequentemente, latindo mais, fazendo as necessidades em lugares errados, latindo e/ou uivando excessivamente entre outras ações.

Para tornar a mudança menos estressante para o cãozinho, confira algumas orientações importantes neste artigo.

Antes da mudança

Durante os dias anteriores à grande mudança, é importante que o tutor mantenha a rotina do seu pet: faça os passeios, brincadeiras e refeições no horário em que ele está acostumado.

No dia da mudança, é aconselhável manter o cachorro em um local tranquilo. Na fase de transição haverá bastante movimentação de pessoas na residência antiga e na nova, e, por este motivo, seria melhor se o cãozinho pudesse ficar na casa de um parente ou amigo com quem já esteja acostumado.

Como adaptar o meu cachorro ao novo lar?

No novo espaço ainda desconhecido, a readaptação do seu melhor canino começa pelas novas demarcações de território e reconhecimento de cheiros e sons. Confira a seguir algumas dicas para que o seu cãozinho de adapte ao novo lar com mais obediência e menos estresse:

Vai mudar de casa? Saiba como adaptar seu pet ao novo lar

Foto: Free Images

Rotina e ‘tour’ pela nova casa

Durante os primeiros dias na casa, restabeleça a rotina e evite trocar a ração, a cama ou os brinquedos do seu pet, pois mais alterações poderão desencadear estresse psicológico e fisiológico. A dica é manter o seu calendário de rotina para caminhadas, brincadeiras, alimentação, carinho e horas de sono.

Faça um “tour” pela residência com o seu cachorro, mantendo-o preso à guia, para que ele fique mais seguro.

Nos primeiros dias, não isole o cão em uma área longe dos moradores, pois ele precisa ficar próximo ao seu grupo social, especialmente quando ainda não reconhece o local onde está.

Cheiros habituais

Durante a fase adaptação, mantenha por perto os objetos aos quais o seu animal de estimação está habituado, para que ele reconheça o seu próprio cheiro na cama, nos potes de água e nos brinquedos.

Para reduzir as chances de o seu pet ficar ansioso e demarcar o território com xixi, a dica é espalhar o cheiro dos moradores pela nova casa. Você pode sentar nos tapetes e/ou encostar roupas usadas nas paredes dos cômodos. Ao sentir o cheiro do tutor no novo lar, o cãozinho se sentirá mais confiante.

Seja paciente

Permita que o seu bichinho explore o novo ambiente e, caso o comportamento dele mude por algum tempo, tenha paciência. Os cachorros precisam de tempo para se acostumar com o novo lar, assim como nós, seres humanos.

Lembre-se de dar ao seu pet a atenção e o carinho que ele está acostumado. Com paciência, atenção, carinho e as dicas acima, o seu cãozinho logo se acostumará à nova casa.


Reportar erro