Por qual razão alguns cães gostam de revirar o lixo?

Esta atitude precisa ser revertida, pois além de deixar a casa bagunçada e com mau cheiro, o ato de revirar o lixo também traz malefícios à saúde do pet


Não existe apenas uma razão que explique a atitude do cão ao revirar uma lata de lixo. Na verdade, as possíveis motivações estão atreladas ao modo instintivo ou comportamental do animal. Todavia, ambas as situações podem ser revertidas. Para tanto, é necessário que o tutor reconheça qual a verdadeira causa deste mau hábito e assim aplique as medidas cabíveis. Mas, vale ressaltar que, isto só é possível se o tutor souber adestrar o animal com paciência e dedicação.

Motivos para os cães revirarem o lixo

Os antepassados dos cães tinham que caçar suas refeições e, antes mesmo de terem passado pelo processo de domesticação, também vasculhavam o lixo dos humanos em busca de comida. Portanto, este hábito é uma ação instintiva do animal que pode se revelar a qualquer momento, assim como o ato de andar em círculos antes de deitar. Sentir fome pode ser uma outra explicação para tal atitude.

Também com relação ao instinto, os animais podem revirar o lixo por uma questão de necessidade de conhecer novos cheiros e odores. Os cães, ao contrário dos humanos, conseguem reconhecer o mundo através do nariz. Isso porque, enquanto que os homens possuem cinco milhões de células olfativas, os cachorros possuem 220 milhões. Desta forma, uma sacola de lixo é um paraíso olfativo de descobertas para os peludos.

Entretanto, estas não são as únicas razões que levam o animal a cometer tal atitude. Revirar lixeiras também está relacionado a uma questão comportamental do pet. Um cachorro que passa muito tempo sozinho e quando está com o dono este não lhe dá muita atenção, o mesmo estará propenso a desenvolver péssimos hábitos a fim de chamar atenção. Para um cão é melhor levar uma bronca ao ser ignorado pelo tutor.

Imagem de cão em-busca de comida no lixo

Foto: Depositphotos

Faz mal para a saúde do pet mexer nas lixeiras?

Além de deixar a casa uma bagunça e com um mau cheiro, o ato de revirar o lixo também traz malefícios à saúde do pet. Nessas situações, o animal fica sujeito a vir a ser contaminado por bactérias e outros micro-organismos, configurando assim uma porta aberta para possíveis doenças. Isso sem contar na quantidade de elementos tóxicos que estão presentes nas lixeiras. Por exemplo: restos de comidas que levam cebola como tempero oferecem riscos a integridade do animal. Assim como também ossos de galinhas, os quais podem ser quebrados em pedaços pontiagudos facilitam perfurações no organismo do cão.

Maneiras de evitar esta prática

  • Opte por lixeiras que tenham tampas mais firmes, dificultando o acesso do animal;
  • Outra alternativa é colocar o lixo em um local longe do pet;
  • Não alimentar o cachorro com comida caseira é uma dica que serve para afastar os cães das lixeiras;
  • Se o problema for a sensação de fome é interessante procurar um veterinário para que o profissional passe uma dieta específica para o cãozinho, a qual atenda às necessidades do peludo;
  • Colocar uma lata com moedas em cima da tampa do lixo, pode ser um método eficaz de afastar o animal desta área. Isso porque, ao ir “fuçar” a lixeira, a lata vai cair e provocar um barulho. Isto vai causar um incômodo no animal;
  • Se o tutor estiver em casa e pegar o bagunceiro canino no flagra, ele poderá usar o “não” como forma de alerta ao animal. Assim, toda vez que o pet obedecer, pode ser recompensado;
  • É importante que o dono dê mais atenção ao cachorro, pois ele sente a falta do tutor. Sair para passear, conversar, brincar e fazer carinho são alternativas indicadas.


Reportar erro