A importância do adestramento

Entenda porque os especialistas afirmam que adestrar os cães é sempre tão importante


Para que exista um bom relacionamento entre o cão e o dono ou a família, é extremamente necessário que esse cão seja adestrado. Caso contrário, o cão irá expor ao máximo o seu temperamento, e na falta de um ambiente adequado para isso ele pode acabar criando bastante confusão. E diferente do que muitos pensam, adestramento não possui restrição de idade, raça ou tamanho do cachorro.

Adestrar é difícil

Alguns estudos comprovam que a maioria dos cães que são abandonados, tem por volta de dois anos de idade – o tempo em que ele está mais apto para aprender os comandos. Quando um dono não sabe adestrar corretamente, ou não sabe compreender o que o cão tenta lhe dizer por meio de gestos e comportamentos, o cão pode acabar tornando-se desobediente e fazendo coisas que não deve, como fazer as necessidades no lugar errado, destruir as coisas… e em consequência os donos acabam desistindo do animal e o abandonando.

A importância do adestramento

Foto: Reprodução

Por isso é mais que necessário saber a maneira correta de adestrar seu cão, para evitar situações tristes como essa. A principal dica é que as atitudes do dono devem condizer com a postura que ele espera do animal. Na maioria das vezes, os cães não são difíceis de treinar, mas eles são treinados para desobedecer – porque o dono acaba transmitindo a mensagem errada sem querer.

Dicas básicas e importantes para o adestramento

Primeiramente, você deve colocar na sua cabeça que não adianta tentar adestrar da mesma forma que um amigo fez, ou que você viu na televisão ou na internet. Para começar, cada raça de cachorro possui um temperamento diferente, e cada cachorro é único, por isso nem sempre ele poderá reagir aos comandos da mesma maneira que outro cachorro da mesma raça. Portanto, para fazer um melhor adestramento você precisa acima de tudo conhecer muito bem o temperamento do seu cachorro, e saber prever as ações comportamentais dele.

Com reforços positivos como guloseimas, carinho e vozes de aprovação sempre que o cachorro fizer algo correto, ele aprende o comportamento de forma bem mais rápida e eficaz, além de ser um treinamento mais gostoso para ambas as partes.

A obediência e o respeito do cão pelo dono são obtidos apenas quando ele apresenta para o cão uma postura firme, segura, decidida. Donos muito indecisos, que uma hora dão uma ordem, no outro dia ordenam o contrário, acabam fazendo uma grande confusão no cérebro do cachorro. Outra coisa importante é sempre utilizar as mesmas palavras, para que assim ele possa assimilar a palavra ao comportamento. Por exemplo, não fale “pare” em algum momento, e “espere” no outro. Padronize seu vocabulário, fale sempre uma palavra só para aquele determinado comando.


Reportar erro