Gravidez psicológica em cadelas

Entenda por quê acontece a gravidez psicológica e como ela pode ser impedida e tratada


A gravidez psicológica realmente existe, tanto nas mulheres como nas cadelas. Entenda um pouco mais sobre ela e como devemos lidar com essa situação. Também conhecida como pseudociese, a gravidez psicológica acontece em mais de 50% das cadelas que não foram castradas. A cachorra apresenta mudanças tanto no comportamento, como mudanças físicas. Às vezes as glândulas mamárias começam a produzir leite, o que pode deixar os donos bastante confusos.

gravidez-psicologica-em-cadelas

Foto: Reprodução

Sintomas comportamentais da gravidez psicológica

Quando a cadela começa a proteger uma determinada área ou objeto, cavar buracos no quintal, ou raspar a cerâmica da casa simulando cavar, quando ela fica muito ansiosa e choraminga com bastante frequência, além de apresentar falta de apetite… Quando tudo isso ocorre, mas a sua cadela não realizou nenhum acasalamento recentemente, então é bem provável que ela esteja com uma gravidez psicológica.

Como surge a gravidez psicológica?

Ela é apenas um engano do organismo. A cadela passa ter alterações hormonais semelhantes às da gravidez, que causam a mudança de comportamento e o desenvolvimento do tecido mamário. É muito comum que cachorras desenvolvam gravidez psicológica logo após a castração, pois também a castração faz com que haja uma alteração hormonal.

O que fazer em casos de gravidez psicológica?

A maneira mais rápida e fácil de interromper uma gravidez psicológica é dar medicamentos para a cachorra que irão deixar os hormônios estáveis e fazer a produção do leite parar. Porém, também é possível passar por essa fase sem remédios.

Geralmente, a gravidez psicológica se encerra naturalmente depois de umas semanas. É comum que algumas cadelas adotem filhotes imaginários, como bichos de pelúcia, bolinhas e às vezes até o controle remoto. Não é legal tomar ou esconder esses objetos dela na tentativa de impedir a gravidez psicológica, pois além de não funcionar, só deixará a cadela mais ansiosa, e ela pode desenvolver comportamentos compulsivos. O melhor quando se deseja esperar essa fase passar naturalmente é deixar a cachorra bem à vontade e respeitá-la nessa situação.

Complicações com as mamas

O leite que é produzido pelas mamas da cadela durante a gravidez psicológica é absorvido pelo corpo depois de algum tempo, e suas mamas voltam ao normal. Porém, pode acontecer a mastite, que é uma inflamação nas glândulas mamárias. Os sinais de mastite podem ser dores na mama, carocinhos ou pele avermelhada. Se isso acontecer, procure um veterinário.

Algumas cadelas costumam praticar auto-sucção das mamas durante esse período para beber seu próprio leite. É recomendado impedi-las usando um colar elisabetano, pois a estimulação das mamas pode fazer com que o corpo produza mais leite, e com isso, além da gravidez demorar mais tempo para passar, há mais facilidade da cadela desenvolver mastite.


Reportar erro