Como fazer o cachorro parar de marcar o território?

Existem diversas motivações que levam o cão a fazer isto. Conheça quais e como solucionar o problema


Marcar território é um hábito dos cães que pode ter diversas motivações e entender o porquê deste tipo de comportamento é importante e pode ser de grande auxílio para evitar o problema.

Além disso, é necessário que o dono saiba a resposta para a seguinte pergunta: o animal está marcando território ou urinando? As duas coisas são bastante parecidas, porém, para achar uma solução adequada, antes é preciso identificar em qual dos dois casos o seu cachorro se enquadra.

Uma das principais características da marcação territorial é que a urina é liberada pelo animal em pequena quantidade, ao contrário de quando ele está apenas realizando as suas necessidades fisiológicas.

Como fazer o cachorro parar de marcar o território?

Foto: Reprodução

Razões para a marcação de território

Como já foi dito, existem diversas motivações que levam o cachorro a ter o hábito de marcar território. Além das razões como o envio de mensagem para mostrar o seu domínio sobre um determinado ambiente, a marcação de território também pode acontecer por motivos psicológicos, como insegurança do animal ou a necessidade de mais atenção por parte dos donos.

Outras razões que podem fazer com que o seu cão marque território são as seguintes: ansiedade, estresse, medo, entusiasmo, territorialidade, socialidade, construção da autoconfiança, emoções e sentimentos de ameaça (que podem ser desencadeados por um novo animal, bebê, visitante, móvel novo, mudança na rotina ou cheiro de outros animais na roupa).

Os cães que passam muito tempo sozinhos em casa também podem desenvolver este comportamento.

Para o cachorro parar de marcar território

Para fazer com que o seu cão pare de marcar o território dentro de casa, você pode seguir as seguintes dicas:

  • Primeiramente, tente identificar a intenção do seu cachorro. Se ele levanta a perna e urina em um objeto (normalmente um móvel, a porta ou a perna de cadeiras), ele está marcando território;
  • A castração de cães não é garantia do fim deste tipo de comportamento, mas pode ajudar no processo de educação do animal que marca território. Cerca de 60% dos cachorros castrados mostram uma melhora neste caso e o processo deve ser realizado antes que ele atinja a maturidade sexual. Se o cachorro for mais velho, castrá-lo não mudará a situação;
  • Quando o cão começar a cheirar, andar em círculos e levantar a perna, assuste-o (batendo palmas bem alto, gritando “ei!” ou balançando uma lata com moedas), mas não deixe que ele o veja fazendo isso;
  • Ensinar regras e impor limites é essencial, podendo ser feito por um adestrador contratado ou pelo próprio dono.


Reportar erro