A quantidade ideal de água por dia para um cão adulto

Existem fatores que aumentam o consumo de água dos cães, a exemplo do tamanho do pet. Os maiores tendem a beber e sentir mais necessidade que os menores


O consumo ideal para os humanos adultos é de dois litros de água por dia, assim a pessoa consegue se manter hidratada e consequentemente facilita os processos naturais do corpo. O mesmo ocorre com os cães que precisam ingerir uma certa quantidade de água diariamente, para conseguirem equilibrar a harmonia do corpo. Mas, qual seria essa quantidade? Será que o seu cachorro bebe o necessário? Existem situações que pedem um maior consumo de água nos pets?

Ufa! Quando um tema envolve a saúde e o bem-estar dos animais, os tutores criam diversas perguntas. A preocupação é compreensível e as respostas você encontra neste artigo, preparado especialmente para informar corretamente os donos e alertar a quais cuidados devem ser adotados para garantir uma vida mais longa e saudável para seu melhor amigo de quatro patas.

Qual a quantidade de água exata para os cães?

Primeiro ponto a ser destacado é que cães maiores tendem a beber e sentir mais necessidade que os menores. Por isso, o fator que deve ser levado em consideração para determinar a quantidade de água ideal para o seu cachorro é o peso. Em média, um cão deve beber de 15 a 30 ml para cada 0,5 kg. Assim, se você tem um pet pesando 9 kg, ele vai precisar tomar em torno de 300 ml a 600 ml.

Imagem de cão bebendo água

Foto: Pixabay

Fatores que aumentam o consumo de água em cachorro

Quando o clima do ambiente está quente, os animais tendem à procurar com mais frequência os seus bebedouros. De forma contrária ocorre nas épocas frias, quando o cão não bebe a quantidade de água necessária, haja vista que sente menos necessidade dela, podendo isso acarretar em problemas de saúde. Outro ponto que interfere no consumo de água pelos peludos é a prática de exercício físico, quanto mais o seu cão correr atrás da bolinha ou acompanha você em corridas matinais, mais água ele vai beber.

Alimentação, remédios e doenças também podem ser fatores que contribuem para o consumo de água. Por exemplo, um cão que tem uma refeição à base de ração, sente a necessidade de beber mais água. É preferível, nesse aspecto, que os tutores escolham alimentos que não contenham muito sódio. Já no caso dos remédios, vale a orientação médica, pois só um veterinário estará apto para dizer qual medicamento aumenta ou não a sede do animal. Quando o assunto é doença, pode-se citar dois casos que aumentam naturalmente a ingestão de água, são elas: infecções na bexiga ou diabetes.

Atenção tutor…

Vale ressaltar a importância de manter tanto a água quanto o bebedouro limpos e livres de impurezas. Assim, o ideal é você trocar o líquido pelo menos duas vezes ao dia, sempre limpando o recipiente e colocando uma nova quantidade de água. Além das impurezas do ambiente e que a própria água produz no bebedouro, como bactérias e fungos, os animais que terminam de comer e vão beber água podem deixar cair resíduos da ração e deixar o líquido sujo. Por isso, opte sempre pela limpeza e garanta ainda mais saúde para seu pet.


Reportar erro