Pode dar frutas aos cães?

Descubra quais são as frutas proibidas para os cachorros, além das permitidas e seus benefícios


É muito comum encontrarmos pessoas que oferecem alimentos humanos aos cães, mas será que isso não faz mal à eles? Hoje vamos falar sobre as frutas: posso oferecer frutas ao meu cachorrinho? Pode, sim! Mas antes de dar as frutas, fique atento àquelas que são permitidas e àquelas que não são, pois algumas podem fazer mal aos cãezinhos.

O que pode?

Algumas frutas, além de serem permitidas, até trazem alguns benefícios aos pets. Confira abaixo algumas delas:

  • Banana: por ser rica em potássio, fibras e vitaminas A, do complexo B, C e E, é excelente para auxiliar na função intestinal e fornecer energia. Pode ser consumida, mas em pequenas quantidades e sem a casca. Cuidado, pois quando em grandes quantidades, pode causar prisão intestinal.
  • Caqui: o consumo ajuda a diminuir riscos de doenças degenerativas e previne os tumores. Além disso, fortalece o sistema imunológico, mas é importante frisar: pode ser oferecida em pequenas quantidades, com ou sem a casca.
  • Laranja: quando oferecida sem a casca e sem sementes, em pequenas quantidades, a laranja fornece vitamina C e antioxidantes, antialérgicos e anti-inflamatórios, ajudando ainda no controle da pressão arterial. No entanto, não deve ser dada aos pets que tem gastrite.
  • Maçã: a fruta é rica em probióticos, que ajudam a regular a glicemia e aumentam a imunidade, mas deve ser oferecida sem as sementes e sem núcleo ao pet.
  • Manga: a manga previne o envelhecimento precoce, evita doenças degenerativas, fortalece o sistema imunológico e é rica em vitaminas. Deve ser oferecida sem sementes e sem casca.
  • Melancia: pode ser oferecida em quantidades pequenas, sem as sementes e sem a casca. É rica em vitaminas e excelente para refrescar o pet durante o verão.
  • Melão: sempre em pequenas quantidades, sem casca e sem sementes, o melão é fonte de fibras, vitaminas B6 e C, além de potássio, cálcio, fosforo e ferro, sendo excelente para reduzir o risco de câncer e prevenir danos celulares.
  • Morango: em quantidades moderadas, pode ser oferecido ao seu pet, pois melhora as funções cerebrais, é rico em vitamina C e antioxidantes.
  • Goiaba: pode ser oferecida com ou sem casca, mas sempre em pequenas quantidades. Ajuda a prevenir contra o câncer.

O que não pode?

Uvas, sejam passas ou in natura, além da macadâmia, não devem ser dados aos cãezinhos, pois são alimentos tóxicos para eles. Além disso, as cascas de frutas cítricas possuem grandes quantidades de óleos essenciais que podem fazer mal aos cães. O abacate é uma fruta que tem persina, substância que pode trazer alterações nos batimentos cardíacos, vômito e diarreia ao seu amigão, por isso, deixe a fruta longe dele! Carambola é outra fruta que é melhor evitar: ela pode causar insuficiência renal, inclusive em humanos. As sementes de frutas, além das castanhas, não devem ser ingeridas por animais, pois contêm ácido cianídrico que pode causar envenenamento em seu pet.

Atenção!

Pode dar frutas aos cães?

Foto: Reprodução

Apesar de termos apresentado essa lista, os cuidados com os pets é muito importante, pois alguns cães precisam seguir dietas específicas. Antes de oferecer alimentos diferentes da ração e daqueles destinados aos cães, consulte o veterinário. Além disso, sempre que observar alguma coisa diferente quando seu pet consumir algo que não está habituado, entre em contato com o veterinário. O consumo excessivo de frutas pode ocasionar obesidade.

Dica!

Para finalizar, vamos dar uma dica para acabar com problemas de coprofagia: o consumo de abacaxi, em quantidades pequenas, quando administrado junto à ração, pode ajudar a evitar que seu pet coma as fezes.

Não deixe de consultar o veterinário de seu pet, e desfrute junto com seu amigão dos inúmeros benefícios dessas frutas!


Reportar erro