Saiba como educar corretamente um cão ‘destruidor’

O tédio é a explicação para esses comportamentos destrutivos que alguns cães podem apresentar, em qualquer idade


É bem comum ouvir os tutores reclamarem que os cães não se comportam quando estão sozinhos em casa. Atitudes como latidos ou uivos, cavar por baixo da cerca ou em plantas, roer tapetes, móveis ou papel de parede, são algumas das mais frequentes contestações. Mas, porque os cachorros fazem isso? Como fazer eles pararem?

A explicação para esses comportamentos destrutivos que alguns cães podem apresentar em qualquer idade é uma só: o tédio. Isso mesmo, não são apenas os humanos que ficam entediados, os cachorros quando estão sem nada para fazer ou sem ninguém por perto, tendem a ficar ansiosos, o que leva a criatividade e por fim a destruição. Por isso, prevenir é melhor que tentar resolver o problema.

Acalmando o pet e evitando o tédio

Saiba como educar corretamente um cão 'destruidor'

Foto: Pixabay

Existem diversas maneiras de tentar resolver o problema do sentimento de tédio no cão. Assim, além de evitar destruições em massa na sua casa, você também evita que o cachorro fique triste e desenvolva alguma patologia ligada a esse sentimento, como a própria a ansiedade. Por isso, torne a vida do cão mais animada e estimulante. Veja agora algumas dicas de como conseguir isso:

  • Compre um brinquedo novo e esfregue bem as mãos nele, com a finalidade de deixá-lo com o seu cheiro. Então, antes de sair, ofereça-o ao seu cão. Desta forma, o pet vai poder se divertir sentindo a sua presença;
  • Pratique exercícios mentais, físicos e sociais com o seu peludo antes de sair, pois quando o cão está cansado, ele tende a não latir, cavar, roer ou destruir objetos;
  • Antes de deixar o seu melhor amigo de quatro patas sozinho, alimente-o. Depois de uma boa refeição, o cão costuma deitar e dormir por tempos prolongados;
  • Não faça dramas ao se despedir do cão, se você é dramático porque o cão não pode ser? Por isso, saia em silêncio. E se caso o cachorro fica dentro de casa, aproveite para deixar as janelas abertas e a tevê ligada, principalmente se houver um canal sobre animais;
  • Contrate um passeador! Esses profissionais são de grande ajuda, principalmente se você estiver sem tempo de passear com o pet. Outra dica é não deixar os cães sozinhos por um dia inteiro, se for o caso, chame algum parente ou vizinho para dá uma olhada no peludo.

Outras dicas para educar o cão

Controlando latidos e uivos

O primeiro passo para quem deseja parar o latido do cão, é ensiná-lo o comando “late”. Mas, para isso ocorrer é preciso paciência e tempo da sua parte. Comece amarrando o cão em algum lugar, depois brinque na frente dele até que o mesmo comece a latir. Quando ele o fizer, diga o comando “late” e recompense ele com o brinquedo.

Assim que o cão aprender o comando “late”, ele poderá aprender o “quieto”. Assim que ele latir você diz o comando “quieto” e quando o pet parar, faça elogios e ofereça uma recompensa a ele. Leva um certo tempo, mas seja paciente. Quando ele estiver bem adestrado, peça pra ele ficar, sempre usando o mesmo comando, e por fim, saia. Fique do outro lado da porta, se ele latir faça algum barulho para assustá-lo e fazê-lo parar. Porém, se ele não latir, volte e dê uma recompensa, faça elogios e afague-o. É trabalhoso, mas funciona.

Evitando que o cão destrua coisas

Os filhotes são a maioria de cães que roem coisas, entre seis e 12 meses. Se for o caso, dê ao peludinho brinquedos interessantes e deixo-o restrito a um cercado, quando você não puder ficar de olho nele. Outra valiosa dica é passar repelente nos objetos que estão ao alcance do cão, mas que você não quer que ele destrua.

Problemas com cavações

Se o problema do cachorro for a mania de cavar buracos no jardim ou em vasos de plantas, o conselho é colocar telas de arame logo abaixo do solo, onde você quer que ele não cave. Ou você pode concentrar a atenção dele em outra área, isto é, dando ao cão uma caixa de areia para que ele possa cavar com segurança.


Reportar erro