Aprenda a estimular a inteligência do cachorro

Alguns brinquedos ajudam a estimular a inteligência do seu dog


É muito legal perceber a inteligência de seu cão e aprender a estimular isso. Por exemplo, o seu cão sabe diferenciar você de um estranho, não é mesmo? Nessa diferenciação, estão envolvidos componentes diversos, como os sentidos (visão e faro, por exemplo), e suas capacidades cognitivas, que ajudam a formular a percepção animal.

Algumas raças de cães, no entanto, são mais inteligentes do que outras, mas isso não significa que a inteligência de outras diversas raças não possa ser estimulada. Mesmo que a gente desconheça cientificamente esses comportamentos relacionados à inteligência, é simples entender que eles agem de caso pensado na maioria das vezes, buscando nos impressionar, chamar atenção, demonstrar estresse entre outras coisas.

O psicólogo Marc Hauser, responsável por estudar a inteligência animal, afirmou que muitas das características cogniticas presentes no cérebro humano podem ser encontradas também nos cachorros, mas são aspectos que não nos permitem ensiná-los a rebolar ou falar, por exemplo. Eles podem, no entanto, aprender a obedecer aos comandos, como sentar, ficar, entre outras coisas, mas sem dominar os símbolos linguísticos.

Aprenda a estimular a inteligência do cachorro

Foto: Reprodução/ internet

Como ensinar?

Se você quer ensinar o seu cão promovendo a sua inteligência e desenvolvendo-a, você pode expor o seu animal a algumas situações interessantes. Por exemplo, ao escolher os potes para água e comida, escolha diferentes para cor, tamanho e local. Com a repetição dessas informações, o cão perceberá que somente depois de alguns comandos o dono colocará comida, por exemplo.

As guias e petiscos também devem ser colocados em locais estratégicos e sempre que o cão chegue perto desses locais, o tutor use palavras chave, como passear e petisco para o cachorro entender que se trata de alguma coisa de seu interesse.

Brinquedos

Alguns brinquedos também ajudam a estimular a inteligência do seu cão. Os dispensadores de alimentos, por exemplo, são brinquedos com pequenos buraquinhos em que o dono do cão deve esconder um petisco. Estimulado pelo cheiro da iguaria, o cão fará de tudo para tirá-lo de lá. O segredo é sempre manter o seu cãozinho estimulado e ocupado com brinquedos que têm um reforço positivo. Esse brinquedo você pode fazer em casa, usando uma garrafa pet, por exemplo, cheia de furos. Ele vai entender, depois de algum tempo, que com patadas, conseguirá pegar o petisco.

Ao brincar com a bolinha, repita o nome do brinquedo, assim como outros brinquedos. Com o tempo, o cão passará também a associar o brinquedo ao nome, mostrando mais desenvolvimento.


Reportar erro